No dia 4 de setembro, a Prefeitura de Santa Luzia encerrou o contrato com a Organização Social de Saúde (OSS) Instituto Bom Jesus, órgão que era responsável pela gestão da UPA São Benedito e do Hospital Municipal Madalena Parrilo Calixto. Desde o dia 5, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) passou a ser a responsável pela gestão das unidades.
A medida foi tomada por determinação do Prefeito Delegado Christiano Xavier, que, assim que assumiu, solicitou que fosse realizada uma análise de funcionamento de cada setor do Executivo. Com isso, foi constatado que o contrato firmado entre a OSS e a Prefeitura era exorbitante e incompatível com as condições financeiras da Secretaria de Saúde.
Além disso, foi constatada um drástico declínio dos serviços ambulatoriais de internação, com a redução de 65 para 42 leitos ativos. Já as cirurgias tiveram um decréscimo de 56%, causando um prejuízo assistencial importante para a população.
Desde a transição da gestão, diversos prestadores e fornecedores do instituto têm reclamado a ausência de pagamento, estando a SMS com cópias de inúmeras notificações de cobrança por serviços prestados, e recebendo ameaças de paralisação de fornecimento e de prestação de serviços, por inadimplência.
A partir disso, foi realizado um trabalho conjunto entre a secretaria de saúde, setor de licitações, procuradoria e recursos humanos para apresentar alternativas com o intuito de transferir a gestão terceirizada para o Município, o que aconteceu nesta semana. Agora, a contratação de pessoal está dividida entre administração direta (recursos humanos não médico), credenciamento (médicos), convocação de aprovados no processo seletivo ocorrido em 2017 e contratação terceirizada emergencial.
Ressaltamos que após a transição, o atendimento aos munícipes segue inalterado. As cirurgias eletivas realizadas no hospital municipal estão suspensas temporariamente, para que seja feita uma reestruturação no centro cirúrgico. Nos casos de urgência, os procedimentos continuam sendo realizados normalmente em Belo Horizonte e as cirurgias eletivas estão sendo repactuadas para que a população não fique desassistida. Os pacientes que foram operados e têm retorno agendado podem ir ao hospital no dia e hora marcados, pois serão atendidos pelos cirurgiões de plantão.
Paralelamente, os estudos de viabilidade do Hospital São João de Deus estão em fase avançada. Com a reabertura do HSJD aumentará a capacidade operacional e consequentemente a melhora do faturamento pelo teto da média complexidade.


A Prefeitura de Santa Luzia por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social convoca os beneficiários do BPC (Benefício de Prestação Continuada) / LOAS (Lei Orgânica de Assistência Social) para realizar a inclusão ou atualizar o Cadastro Único.

Resgatar valores esquecidos, defender o amor à pátria e o orgulho pela sua escola. É com esse objetivo que a direção da escola municipal Dagmar Barbosa de Souza promoveu um desfile cívico-militar com os alunos, em alusão ao dia da Independência do Brasil, comemorado em 07 de setembro.


Nesta terça-feira (4), o empresário Itamar Saldanha recebeu o prefeito de Santa Luzia, Delegado Christiano Xavier, o Vice-prefeito Pastor Sérgio, o Secretário Municipal de Esportes, Marco Aurélio Silva, o Presidente da 100ª Subseção da OAB, Francisco Gabrich e veículos de imprensa da cidade para visitarem as obras de construção de uma arena de eventos, no espaço Saldanha Leilões, que fica na Avenida Frimisa, 1.435, próximo ao 35º Batalhão da Polícia Militar, ao lado do espaço Saldanha Leilões.
Com 214 metros quadrados construídos, em um terreno de 100 mil metros quadrados e com um projeto que promete surpreender os luzienses, a arena terá capacidade para até 6.500 assentos e irá gerar 350 empregos diretos e cerca de 500 indiretos. Além disso, a estrutura atende a todas as exigências de acessibilidade.
Segundo o empresário Itamar Saldanha, a ideia de construir o espaço veio da ausência de um local específico para shows no estado. O tipo de eventos é totalmente diferente dos que são realizados no Mega Space. “Hoje o roteiro de shows abrange Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre. Eles não vêm a Minas porque não temos uma arena própria para isso. E agora, eu estou construindo essa arena, que além de tornar Santa Luzia conhecida nacionalmente, também irá movimentar a economia da cidade”, explicou Saldanha.
Durante a visita, o prefeito reconheceu a importância do empreendimento para o município e destacou os benefícios que trará para a cidade. “É um privilégio ter uma pessoa com a capacidade de investimento do Itamar e que tem a coragem, mesmo em tempos de crise, de fazer um empreendimento desse porte, que certamente será um espelho para o Brasil”, disse Xavier, que completou: “tenho certeza que esse espaço irá marcar a história de Santa Luzia. Esse é um empreendimento que além de trazer arte, cultura e entretenimento para a nossa cidade, também trará arrecadação, emprego e geração de renda. Viemos hoje em um gesto de apoio e nos colocar à disposição para que a capacitação aconteça o quanto antes”, reforçou.
“Quando Dr. Christiano assumiu senti o apoio dele. A obra está sendo feita há cerca de três anos e a cidade não conhecia. Esse apoio moral que estamos recebendo do Prefeito me dá esperanças de que possamos inaugurar a casa até março de 2019, quando, quem sabe, poderemos comemorar o aniversário da cidade aqui neste espaço”, finalizou o empresário.


Comemorado no dia 25 de setembro, o Dia Nacional do Trânsito é conhecido pelas ações de conscientização realizadas em todo país. Em Santa Luzia, as atividades começaram no dia 1º de setembro e devem acontecer durante todo o mês. Na quarta-feira (5), a Coordenadoria de Educação no Trânsito promoveu uma blitz educativa no Portal da Avenida das Indústrias, no bairro Santa Rita.