Um grande evento, com discussões importantes e urgentes marcaram o seminário “O Negro, o Empoderamento da Mulher Negra e da Juventude Negra”, na noite da última quinta-feira, 29. O seminário encerra o evento Novembro Negro, promovido pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo em parceria com o Coletivo Negro. O seminário contou com a presença do Vice-prefeito Pastor Sérgio, do Secretário Municipal de Cultura, Ulisses Brasileiro.

Durante a abertura, a Pastoral Negra fez uma bela apresentação. Homens e mulheres tocando tambores, cantando e dançando, mostraram a riqueza da cultura afro-brasileira. Após a apresentação, os palestrantes fizeram suas apresentações, com falas que trouxeram um pouco da história de resistência do povo negro, casos de experiências vividas na comunidade quilombola de Pinhões e algumas estatísticas que mostram a desigualdade existente no Brasil. Os palestrantes foram o sociólogo e professor Glaucon Durães, a professora e engenheira Sônia Aparecida Araújo e a advogada Mariana Zoline.

As mediadoras Érica Cruz e Ana Beatriz Marques coordenaram a roda de conversas e também ressaltaram a importância desse debate, e falaram sobre a Lei 10.639/2003, que torna obrigatório o ensino da historia e cultura afro-brasileira nas escolas. Essa, inclusive, foi uma das questões mais levantada pelo público durante os questionamentos.

O Chá das Matriarcas, primeira atividade do Novembro Negro, aconteceu dia 24, tendo como direcionamento a força das mulheres negras, sua ancestralidade, oralidade e conhecimentos, promovendo uma discussão sobre a situação dos quilombos na atualidade, a resistência do quilombo e a cultura negra, representada pelas griôs e rainhas de congado.

O Novembro Negro teve o propósito de trazer visibilidade à ancestralidade histórica do povo negro, com um diálogo possível da diáspora africana e seu determinante papel na formação cultural da sociedade brasileira. A proposta da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo é difundir o conhecimento sobre as questões étnico raciais, expandindo ações para além do mês de novembro, quando se “comemora” o Dia da Consciência Negra.

O Secretário Municipal de Cultura, Ulisses Brasileiro participou, na noite da última quarta-feira, 28, da celebração de abertura da Trezena do Jubileu de Santa Luzia. A missa foi presidida pelo Padre Wellington Santos, vigário episcopal para cidades históricas e contou com a presença do Secretário de Estado de Cultura e associado do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais, Angelo Oswaldo de Araújo, das Irmãs do Convento de Macaúbas, das Irmãs Sacramentinas de Bérgamo e do casal presidente da festa neste ano, Alcione e Edson Malaquias. O pároco Felipe Queiroz também participou da celebração.

Além da abertura da Trezena, a cerimônia teve outro motivo especial. A Paróquia Santa Luzia e a Associação Cultural Comunitária de Santa Luzia comemoraram os 240 anos da conclusão da construção do Santuário da Padroeira de nossa cidade, que recebeu bênção oficial em 13 de dezembro de 1778.

O Santuário de Santa Luzia tem um grande significado na história de Minas Gerais. Em seu discurso, o Secretário de Estado falou um pouco sobre o local e sua importância na história mineira.
O Secretário Municipal de Cultura, Ulisses Brasileiro, que representou o Prefeito Delegado Christiano Xavier durante o encontro, reafirmou a Prefeitura está à disposição. “A Paróquia Santa Luzia pode sempre contar com a Prefeitura no que for necessário. Estamos à disposição durante a realização do Jubileu e sempre que for preciso”, disse Brasileiro.

A Trezena de Santa Luzia segue até o dia 11 de dezembro, com missas diariamente, sempre às 19h30, com exceção do dia 9 (domingo), que terá missa às 7h, com procissão motorizada logo em seguida e missa solene às 19h. O ápice da festa acontece no dia 13, dia da Padroeira, com missa às 0h, às 5h e a partir das 7h, missas de hora em hora até às 15h. Às 17h30 haverá missa solene presidida por Dom Walmor Oliveira de Azevedo, com procissão logo após.

Valorizar o meio ambiente e orientar crianças para que se tornem adultos com consciência ambiental. Essa é a proposta do Programa de Educação Ambiental – Progea, que teve sua primeira formatura na última quinta-feira, 29, na Faculdade de Santa Luzia. O programa é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação, Polícia Militar de Meio Ambiente e Ministério Público. O prefeito Delegado Christiano Xavier, o vice-prefeito Pastor Sérgio, os secretários municipais de Educação e Meio Ambiente, Ermelindo Martins Caetano e Geraldo Ramires e o Promotor de Justiça Marcos Paulo Miranda estiveram presentes na cerimônia.

Durante a formatura, 220 alunos das escolas municipais Dulce Viana de Assis Moreira e Jacinta Enéas Orzil receberam certificados de conclusão no programa e carteirinhas de agente ambiental mirim. A proposta é que o programa se estenda a outras instituições do município. “Fico emocionado em ver essas crianças aqui hoje. Esses ensinamentos serão levados para o resto da vida delas, que se tornarão adultos mais conscientes”, disse o prefeito Delegado Christiano Xavier.

O Comandante do Batalhão de Polícia Militar de Meio Ambiente, Juliano José Trant de Miranda falou sobre a proposta de ampliação. “Estamos à disposição para uma nova etapa do programa. Acreditamos que esse é o caminho para que todos tenham noção de educação ambiental. O meio ambiente está inserido em todos os lugares e precisamos preservá-lo”, disse. Animados, os alunos cantavam os hino do programa e garantiram uma mudança de comportamento com os novos ensinamentos.

O programa visa estimular estudantes do 4º 5º ano do ensino fundamental das escolas das redes públicas e particulares do Estado a serem competentes e hábeis para a adoção de comportamentos socioambientais que visem contribuir para a prevenção ambiental, a sustentabilidade e melhoria da qualidade de vida, conhecendo e reconhecendo o meio ambiente onde se encontram inseridos e, é desenvolvido em duas fases de forma continuada, sendo que a primeira fase tem duração de três meses, com previsão de 12 encontros em sala de aula.

Segundo o Promotor de Justiça, em Santa Luzia, ele foi custeado por uma compensação ambiental, pactuada com o Ministério Público, por uma empresa que despejou ácido sulfúrico em um córrego da cidade.


Autoridades, empresários e membros da sociedade luziense participaram, na manhã desta quinta-feira (29), no SESI/SENAI, da abertura da primeira Feira de Empreendedorismo de Santa Luzia. A ação tem promoção da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, a FIEMG SESI/SENAI e a Associação Empresarial de Santa Luzia – AESL.
A iniciativa tem como objetivo criar um ambiente propício à oferta e procura de oportunidades de negócios, levando soluções tecnológicas, criativas e inovadoras. O evento, aberto ao público, conta com exposição e venda de produtos e serviços, além de palestras, workshops e rodadas de negócios entre os empresários da cidade.

Um dos momentos mais importantes da abertura foi a assinatura de três decretos, que deverão impulsionar o empreendedorismo na cidade, criando um ambiente favorável para empresários e levando essa iniciativa para dentro da sala de aula. “Fizemos projetos de lei de incentivo fiscal, para atrair empresas principalmente na área de tecnologia, para que elas se instalem em nosso município. Em nosso governo vamos desenvolver projetos que visem levar o empreendedorismo para dentro das escolas. É importante incentivar cada vez mais práticas como essas, que tem o objetivo de geração de emprego e renda. Parabenizo a todos os parceiros por essa iniciativa”, declarou o prefeito, delegado Christiano Xavier.

Ao final da solenidade, todos foram convidados a visitar os stands e conhecer os projetos e as iniciativas de importantes empreendimentos instalados no município e fora dele.

“A realização desta feira é um marco para nossa cidade, estamos mostrando para toda população de Santa Luzia o que é produzido dentro do município e quais empresas existem na cidade, pois muitos luzienses desconhecem grandes empresas, inclusive, muitas multinacionais que estão instaladas aqui. Estamos colocando dentro do mesmo espaço empresas e população para criar um ambiente de negócios. Estamos lançando nesta feira uma das propostas de governo do prefeito Christiano Xavier que é o empreender sem complicação, que tem o objetivo de desburocratizar o processo empresarial na cidade, criando possibilidades de incentivo fiscal e de outros incentivos para instalação de empresas no município”, afirmou o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Leandro Santos.

A cidade de Santa Luzia é conhecida por ter grandes empresas e talentos. Ainda durante a abertura da feira, dois alunos do 3º ano do Ensino Médio foram homenageados por terem conquistado medalha de prata e ouro na Olimpíada Nacional de Astronomia e Astrofísica. “Fico muito feliz por ter conquistado a medalha de prata e representar Santa Luzia, ainda mais no que diz respeito à astronomia, que é um campo que muita gente desconhece ou não se interessa”, disse o aluno Douglas Willer.

O diretor da Unidade SESI/SENAI de Santa Luzia, Fabiano Reis elogiou o evento. “Avalio como um ganho histórico, um divisor de águas. Com certeza é um marco porque nunca tivemos um evento como esse aqui e conseguimos reunir várias pessoas em um mesmo lugar para falar de empreendedorismo”, afirmou.
A Feira segue com uma vasta programação, até sexta-feira (30), das 08 às 20h30.

O mês de novembro é marcado por diversas ações preventivas para uma melhor qualidade da saúde do homem, inclusive atividades de combate ao câncer de próstata. É com essa preocupação que a Prefeitura l de Santa Luzia, por meio da Secretaria de Saúde, está promovendo durante todo mês de novembro, ações em todos os Centros de Saúde do Município para promoção da saúde masculina. Nesta quarta-feira (28), foi a vez dos servidores públicos municipais terem acesso a todos estes serviços com ação realizada no pátio da Prefeitura. A enfermeira Lidiane Pereira Soares, responsável por realizar testes rápidos para detectar as Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), antiga sigla DST, explicou a importância da realização deste serviço. “O homem precisa fazer o controle, prevenção e o acompanhamento da saúde para evitar futuras doenças”, informou. 

Foram montados diversos estandes e ofertados diversos serviços gratuitamente para todo público presente, como realização de testes rápidos de HIV, Sífilis, Hepatite B e Hepatite C, atualização de cartão de vacinas, corte de cabelo, aferição de pressão arterial, teste de glicose, além de palestras sobre o novembro azul, que abordou a saúde integral do homem. De acordo com o motorista, Denisson Albert Cordeiro, é importante que o homem se preocupe com a saúde. “Está ação é muito importante, vale mais identificar uma doença no início, para se evitar futuros transtornos”, conta.

Para a Coordenadora do PSF de Santa Luzia, Thais Botter, o objetivo da ação foi trazer para o servidor público os serviços que são realizados nas Unidades de Saúde do Município. “Hoje, nesta ação, contamos com a ajuda da Epidemiologia, da Saúde Bucal, da Unidade de Saúde São Cosme, Unidade de Saúde Morada do Rio e Unidade de Saúde Frimisa. Os homens são os que menos procuram a saúde no sistema preventivo, eles só procuram quando já apresentam sintomas relacionados a alguma doença, então por meio destes serviços, mostramos que é mais importante trabalhar com a prevenção”, disse a coordenadora.

 

 

Free Lightbox Gallery

Alunos do 8º ano da Escola Municipal Dona Quita participaram, na manhã do sábado (24), do Dia da Saúde. Uma iniciativa da instituição, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde que teve o objetivo de promover atividades, a fim de possibilitar aos estudantes, construção de novos saberes e ampliação da cultura esportiva, contribuindo para minimizar problemas de sedentarismo, estresse e obesidade na adolescência.

As atividades começaram com uma caminhada com pais, alunos e funcionários no entorno da escola. Quem passou por lá também pode participar de palestras sobre nutrição saudável, cuidados com a pressão sanguínea e cardiopatias, atenção ao diabetes, primeiros socorros e importância da vacinação.

Durante todo o evento, profissionais qualificados do Núcleo de Apoio à Saúde da Família – NASF, também estiveram à disposição do público para fazer aferição da pressão arterial e dar explicação sobre a pirâmide alimentar, além de esclarecimentos sobre vacinação para toda comunidade escolar.

Ao final do evento houve um aulão de dança aeróbica, na quadra da escola ao som de música animada com ritmo de axé, sertanejo universitário, funk e hip hop.