“Corpo em Movimento” ofereceu diversas atividades para moradores da cidade no último final de semana”

Com o objetivo de incentivar a prática do esporte e proporcionar melhor qualidade de vida para os luzienses, a secretaria municipal de Esportes, realizou no último sábado (06), na Arena Frimisa, evento onde toda população foi convidada para um momento de lazer e descontração com uma programação diversificada. Para o Secretário de esportes da prefeitura municipal de Santa Luzia, Marco Aurélio Silva, o evento proporciona interação do poder público com a sociedade e valoriza atividades esportivas no município. “O nosso prefeito delegado Christiano Xavier está dando condições e oportunidades para se proporcionar coisas bacanas na cidade, uma delas é a realização desta atividade, com várias modalidades, como jogos de peteca, futebol de campo, jogos de futsal, jogo de xadrez, aberto para toda população gratuitamente”, explica o secretário.
Tendo em vista a proximidade do dia das crianças, foram feitas homenagens para as crianças da cidade, com distribuição de pipoca, algodão doce, balas, pipocas, interação na cama elástica (pula-pula), dentre outras atividades para o publico infantil. A coordenadora de Núcleo da secretaria de Esportes de Santa Luzia, Andrezza Zenith, disse que um dos objetivos do evento é proporcionar à população luziense o uso do espaço público para promover a interação social. “É importante incentivar o uso do espaço público de forma prazerosa, este evento foi uma confraternização, esporte é vida, é qualidade de vida, é muito importante poder proporcionar esse momento para os moradores da cidade”, afirma Andrezza. O aposentado Paulo Humberto Fonseca, realiza atividades físicas semanalmente na Arena Frimisa e elogia a iniciativa da prefeitura em promover esse evento. “Está ótimo. Acho essa iniciativa muito interessante e importante, pois incentiva a prática de esportes. Muito bom, uma forma de mostrar que o povo participa, precisamos de iniciativas assim mais vezes, conclui o aposentado. O evento foi realizado pela Prefeitura Municipal de Santa Luzia, por meio da secretaria de Esportes e parceria com a Liga municipal de Santa Luzia.


A Prefeitura Municipal de Santa Luzia está intensificando o serviço de troca de lâmpadas em todos os bairros do município. Três equipes técnicas estão prestando serviço com o objetivo de atender a grande demanda do município e prestar atendimento de qualidade para os luzienses. A ação faz parte da proposta de governo do prefeito Christiano Xavier, “Cidade Iluminada”, que consiste em melhorar o serviço de iluminação pública no município, efetuando imediatamente a troca quando qualquer lâmpada queimar, pois a medida é fator de segurança para toda população. O eletricista Michael Bastos, da empresa Martino Eletricidade, responsável pela execução do serviço, explica que a troca de trocas de lâmpadas está sendo realizada em todos os bairros. “Estamos efetuando a troca de lâmpadas em todas as regiões de Santa Luzia. Quando chegamos ao local, perguntamos os moradores ou comerciantes qual é o poste que está com a lâmpada apagada, e qual o problema da lâmpada, se está queimada, piscando, e verificamos também, se tem problemas com os reatores”, conta Michael. 

Acompanhamos a execução do serviço na Rua Bromélia, no Bairro Duquesa 2. O aposentado Celson Cunha disse que sua esposa tem um comércio em frente ao poste que estava com a lâmpada queimada. Ele elogiou os serviços realizados. “A prestação deste serviço vai trazer mais segurança, este ponto estava escuro há bastante tempo, com várias lâmpadas queimadas. A troca da lâmpada foi realizada com muita rapidez, a equipe está de parabéns,” diz.
Não fique no escuro.

Solicite a troca de lâmpada por meio da ouvidoria municipal de Santa Luzia pelo telefone: 3641-5858 ou pela Ouvidoria: https://bit.ly/2OgbNMR

A saúde bucal reflete diretamente na saúde geral do indivíduo. Os dentes são responsáveis pela mastigação dos alimentos, pela articulação de palavras e também na estética. Tendo em vista a importância da saúde dos dentes, a prefeitura Municipal de Santa Luzia está ampliando o serviço de Saúde Bucal na cidade, disponibilizando atendimento na Ubs Bom Jesus. Vão ter prioridade, pacientes idosos, hipertensos, diabéticos, gestantes, portadores de necessidades especiais e crianças.
As UBS que já possuem equipes de Saúde Bucal, estão realizando ações de promoção à saúde para os grupos prioritários, escolas das áreas de abrangência e pacientes com necessidades especiais. De acordo com a Diretora Saúde Bucal de Santa Luzia, Scyomara Salomão Carvalho de Araújo, a abertura do consultório odontológico na UBS Bom Jesus vai proporcionar atendimento para aproximadamente 7.500 pessoas, das áreas de cobertura, cadastradas nas equipes da estratégia saúde da família. “Com esta ampliação, estamos descentralizando o serviço de saúde bucal para que a população tenha atendimento mais próximo de sua residência, o atendimento emergencial será para todos os bairros próximos da unidade, explica Scyomara”. Em breve a Prefeitura Municipal irá oferecer o serviço em outras regiões, atendendo um maior número de usuários.

Com o objetivo de orientar profissionais da saúde do município quanto a vacinação, principalmente contra o HPV, a Secretaria Municipal de Saúde promoveu uma capacitação na última quinta-feira (4), no auditório da Prefeitura Municipal.
Segundo Hilton Apóstolo, Referência Técnica em Imunização, da Secretaria de Saúde, a ideia é melhorar a vigilância em relação a doenças como sífilis, sarampo, HPV, entre outras. “Repassamos importantes informações sobre a melhoria, avaliação e monitoramento das coberturas vacinais, com pesquisas nas comunidades”, explica.
O consultor do Laboratório MSV, que produz a vacina contra HPV, Reginaldo Gomes também fez uma apresentação para os profissionais, com foco na doença. A infecção por HPV (papilomavírus humano) é associada a vários tipos de câncer, principalmente ao de colo de útero, mas também de pênis, de vulva, de canal anal e de orofaringe, e é de tratamento complicado.
A vacina contra o HPV é de rotina, estando disponível nas unidades de saúde e é destinada para meninas com idade entre 9 e 14 anos e meninos com idade entre 11 e 14 anos. A vacina deve ser tomada em duas doses, sendo a segunda administrada seis meses após a primeira.
Em Santa Luzia, 8.970 adolescentes tomaram a primeira dose, mas apenas 6.800 tomaram a segunda. “Precisamos intensificar a campanha e incentivar os adolescentes a tomarem as vacinas. Apenas a primeira dose não é suficiente para garantir a imunidade contra o vírus”, explicou Apóstolo.
“É necessário capacitar e informar os profissionais, para que eles possam ir até as escolas e orientarem os adolescentes sobre a importância da vacina. Somos parceiros nesse trabalho. Em países onde a vacina existe a mais tempo, os índices de câncer de colo de útero chegam a menos de 1%”, completou o consultor.

Foram publicados, na manhã desta sexta-feira (5), os Termos de Colaboração números 17 a 25, que tratam sobre o repasse dos recursos do Fundo dos Direitos à Infância e Adolescência (FIA). Os recursos são captados do Imposto de Renda e destinados a projetos e instituições filantrópicas e assistenciais do município. Os termos foram assinados pelo Prefeito Delegado Christiano Xavier nesta quinta-feira (4).
Foram beneficiadas nove instituições, com mais de R$ 500 mil. A Associação de Proteção Humana Divina Providência, recebe o valor de R$ 215.917,52; a Associação de Resgate da Dignidade Humana Providência Divina, o valor de R$ 143.945,02; o Coral Mater Ecclesiae, terá R$ 27.856,80; a Casa de Caridade Espírita Nosso Lar, recebe o valor de R$ 1.908,00; o Instituto Infantil Seara de Luz, o valor de R$ 74.312,57; a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), o valor de R$ 13.050,00; a Associação de Proteção a Infância e Assistência de Santa Luzia recebe o valor de 17.379,00; a Creche Irmã Fabíola, o valor de R$ 17.776,42 e a Creche Comunitária Senhora da Paz, com o valor de R$ 3.007,80.
O FIA é um fundo público que tem como objetivo financiar projetos que atuem na garantia da promoção, proteção e defesa dos direitos da criança e do adolescente. Os recursos são aplicados exclusivamente nesta área com monitoramento do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente - CEDCA.
Os contribuintes do Imposto de Renda podem fazer doações para o FIA e deduzir no IR devido na Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda. Tanto pessoas físicas, quanto jurídicas podem contribuir. Normalmente, o contribuinte escolhe a instituição que ele quer que receba o benefício, porém, 10% do recurso fica retido no fundo para ser destinado a outros projetos ou entidades.
Segundo Márcio Abreu, Gestor de Convênios e Prestação de Contas, a destinação normalmente se concentra no final do exercício, nos meses de novembro e dezembro. Mas neste ano tem uma novidade. “Agora, a destinação também pode ser feita no início do exercício, com destinação de janeiro a abril. Com isso, a doação pode ser feita dentro do ano do repasse”, destacou.
Para inscrição de projetos, os interessados devem ficar atentos ao calendário do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. “Todo processo passa pelo conselho e precisa de sua aprovação”, ressaltou.
Agora, após a publicação feita no diário oficial da união, serão realizados tramites internos e os recursos devem ser repassados às instituições nos próximos dias.

Quem pode contribuir?
Todo cidadão que faz Declaração do Imposto de Renda pode contribuir, tanto aquele que recebe a restituição quanto aquele que paga parte do imposto devido após a declaração.
Pessoas físicas que fazem a declaração do IR no modelo completo podem destinar 6% do imposto devido até o mês de dezembro de cada ano ou 3% no ano seguinte. O valor destinado ao FIA é abatido do imposto de renda a pagar. Se a pessoa tiver imposto a restituir, o valor destinado ao FIA também será restituído. É importante lembrar que a dedução dos valores destinados ao FIA não prejudica outras deduções, como aquelas relativas a dependentes, saúde, educação e pensão alimentícia.
Você pode fazer a sua contribuição no ato da elaboração do seu IR. O programa vai calcular automaticamente quanto você pode deduzir do seu importo a pagar. A seguir, basta gerar um boleto (Guia Darf), realizar o pagamento e guardar o comprovante.
Para doar, os depósitos devem ser feitos para o Fundo Municipal dos Direitos da 20.600.138/0001-39 – Caixa Econômica Federal – Conta Corrente: 374-5 – Agência 1066.

“Secretaria Municipal de Saúde realiza capacitação para qualificar equipes de Saúde da Família para Combate a Sífilis”

A secretaria Municipal de Saúde, promoveu na última quarta-feira (03), capacitação profissional com médicos e enfermeiros da rede municipal. A Médica Infectologista, Carolina Diniz falou sobre a importância do uso adequado dos protocolos instituídos pelo Ministério da Saúde (MS) para prevenção, diagnóstico e tratamento da sífilis gestacional, congênita e adquirida. A intenção da capacitação foi fortalecer as ações para uma atenção em saúde qualificada. Os profissionais capacitados como facilitadores assumiram a missão de replicar a capacitação para os demais membros das equipes. Os resultados já mostram mudanças e melhorias importantes nas respostas dos profissionais sobre diagnóstico e manejo da sífilis gestacional e congênita. O reflexo dessa ação já está gerando impacto positivo nos indicadores de saúde do Município.
Atualmente todas as Unidades Básicas de Saúde de Santa Luzia realizam os testes rápidos (TR) para Diagnóstico de HIV, Sífilis , Hepatites e são exames cuja metodologia permite a detecção de anticorpos em menos de 30 minutos.