ESTUDANTES LUZIENSES PARTICIPAM DE DEBATE COM PREFEITO

“Alunos tiveram a oportunidade de fazer perguntas sobre ações do executivo municipal”

O prefeito de Santa Luzia, delegado Christiano Xavier e o vice-prefeito Pastor Sérgio, receberam na manhã desta segunda-feira (22), no auditório da prefeitura municipal, alunos do Colégio Cramer e Escola Municipal Professor Domingos Ornelas. Em um bate-papo interativo e descontraído os estudantes luzienses fizeram diversas perguntas ao prefeito municipal sobre sua gestão. O encontro foi uma oportunidade para que os jovens conheçam de perto as ações que estão sendo realizadas pelo executivo e fiquem por dentro do contexto político do município. O prefeito Christiano Xavier avaliou positivamente o engajamento dos jovens na política. “É muito importante a presença dos alunos aqui na prefeitura, pois muitos deles já são eleitores, outros ainda não, estamos em véspera de período eleitoral, isso é importante para eles já irem se conscientizando, é importante mostrar para eles o trabalho que está sendo desenvolvido pelo executivo municipal, isso os ajudará a ser formadores de opinião e saber quem escolher por meio do voto consciente, para ser gestor de uma cidade, de um governo”, disse o prefeito.
Para o aluno do colégio Cramer em Santa Luzia, Vitor Emanuel, a oportunidade do debate foi bem esclarecedora. “É muito importante a convivência com o poder executivo e também com outras esferas públicas. A população tem que se envolver mais com o meio político, é importante ficar por dentro das ações que estão sendo realizadas pela prefeitura”, explicou o aluno. A estudante Maria Luiza, de 16 anos, gostou muito da oportunidade de conhecer o prefeito e participar pela primeira vez de uma reunião com o executivo municipal da cidade. “Eu acho que é bem importante esse encontro, foi uma boa oportunidade para conhecer as ações do novo prefeito, delegado Christiano Xavier e ter conhecimento das realizações de seu governo”, conta a estudante. Paulo Vitor, de 17 anos, estuda na Escola Estadual Professor Domingos Ornelas, ele achou importante saber a situação financeira do município de Santa Luzia. Foi um encontro muito importante para nossa cidade, pois tivemos a oportunidade de ficar sabendo que um dos principais problemas que a prefeitura enfrenta é a crise financeira. O nosso prefeito tem vários projetos interessantes para desenvolver na cidade, mas a difícil situação financeira atrapalha muito”, ponderou o estudante. O vice-prefeito, pastor Sérgio considera relevante a iniciativa das escolas em trazer os alunos para conhecer de perto como funciona a gestão municipal. “É bom que os jovens estejam atentos com as ações que estão sendo realizadas pela prefeitura, as escolas estão trazendo os alunos para saber o que está acontecendo em nossa cidade, nossos jovens estão interessados na política, isso é cidadania”, explica o vice-prefeito.



O consumo de produtos orgânicos tem crescido cada vez mais. Em Santa Luzia, por meio de uma parceria entre a Prefeitura de Santa Luzia e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural – Emater – foi promovido o 1º Encontro Municipal de Agroecologia, com foco na produção orgânica. 

Cerca de 40 produtores rurais de Santa Luzia estiveram presentes no encontro, que aconteceu na propriedade do Presidente do Sindicato de Produtores Rurais de Santa Luzia, João Dias. A equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente participou do encontro, dando suporte à capacitação.
“Fico extremamente feliz que os produtores tenham hoje esse apoio e possam produzir alimentos de qualidade para os munícipes, sem agrotóxicos, dando a certeza de que não estamos consumindo nenhum veneno. Esse apoio é graças ao esforço que o prefeito Christiano Xavier está fazendo”, destacou o Secretário Municipal de Meio Ambiente, Geraldo Ramires.
A capacitação foi dividida em dois momentos. Uma parte teórica, quando os produtores aprenderam práticas para melhorar as condições do solo e controle de pragas sem uso de agrotóxicos. Na segunda parte, eles colocaram em prática os ensinamentos que tiveram na aula teórica.
“Santa Luzia está no cinturão verde de Belo Horizonte e tem grande possibilidade de inserir seus produtos orgânicos no grande mercado. A Emater quer aumentar a produção de orgânicos e isso beneficia diretamente os produtores rurais da cidade, principalmente da agricultura familiar”, disse o instrutor da Emater, Fernando Tinoco.
O encontro foi aprovado pelos produtores luzienses. “Com o advento do orgânico, que está expandindo bastante, é muito importante entrarmos nessa linha, senão vamos acabar ficando para trás. Quem tem conhecimento sobre o valor do orgânico, não quer mais o alimento convencional. Então acreditamos que esse evento é a pedra fundamental para o crescimento dessa linha de produtos. Com o apoio da Emater e da Secretaria de Meio Ambiente vamos conseguir alavancar essa produção”, disse o Presidente do Sindicato de Produtores Rurais, João Dias.
Renildo dos Santos é agricultor familiar em Santa Luzia desde 2002. Além de ofertar seus produtos para a população luziense, ele ainda fornece parte da sua produção para a produção da merenda escolar no município. “Esse apoio da Prefeitura e da Emater é muito importante. Estamos buscando conhecimento para melhorar e ampliar a produção oferecida aos luzienses. É gratificante saber que oferecemos um produto sem veneno para a população”, finalizou.

Nesta terça-feira, dia 23 de outubro de 2018, às 14h, na Escola Municipal Dom Pedro II, povoado Taquaracu de Baixo, ocorrerá o lançamento do Projeto Escola Integral. A Secretaria Municipal de Educação informou que os estudantes desenvolverão as atividades no contraturno escolar, com um currículo diferenciado envolvendo Esporte e Lazer, Orientações de Estudos Pedagógicos (com aulas de reforço em Língua Portuguesa e Matemática), Educação Ambiental e História das Comunidades Tradicionais, que abordará entre outros conteúdos o Teatro de Curral, um dos únicos do nosso País, que fica localizado no povoado.
O Projeto faz parte do plano de governo do Prefeito Delegado Christiano Xavier o qual tem como proposta expandi-lo às outras escolas da rede municipal de educação. Com início das atividades às 7h e término às 16h10min, serão contemplados os estudantes do Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano), aos quais, durante esse período, serão servidas quatro refeições, com cardápio diferenciado, elaborado e acompanhado pela equipe de nutricionistas da Secretaria Municipal de Educação.
Consoante a Superintendente de Ação Pedagógica, da Secretaria Municipal de Educação, Cleusa Aparecida Santos Machado, várias parcerias foram firmadas para viabilizar o trabalho: “as atividades contarão com o apoio da EMATER, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Secretaria Municipal de Saúde, entre outras”, disse.
Além disso, todos os professores que irão atuar no Projeto Escola Integral passaram por uma capacitação na Secretaria Municipal de Educação. “Será um acompanhamento distinto, com professores preparados, atendendo às especificidades do Projeto e pensando em estratégias pedagógicas diferenciadas. Um dos nossos objetivos é intervir no processo de ensino aprendizagem, para elevar o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) do município”, reforçou o Coordenador da Escola Integral, Rafael Oliveira dos Santos.

A Feira de Artesanato e Gastronomia da Estaçãozinha ganhou um reforço neste final de semana. No sábado, 20, foi inaugurado o Container com Letras, uma biblioteca itinerante que faz o compartilhamento de livros. Paralelamente, o Departamento de Controle em Zoonoses realizou uma feira de adoção de cães e gatos no local. Quase 20 animais foram adotados durante o dia.
O prefeito de Santa Luzia, Delegado Christiano Xavier, o vice-prefeito Pastor Sérgio e o Secretário Municipal de Desenvolvimento Social, Wander Carvalho prestigiaram o evento. “A feirinha já é uma tradição. Essa é a segunda feira de adoção responsável que fazemos e hoje com vários filhotinhos gerados dentro do canil da Prefeitura. Além disso, também temos o Container com Letras, esse projeto maravilhoso, que ficou durante um período no bairro Palmital e hoje está sendo inaugurado aqui, trazendo literatura, música e atividades para as crianças. Tudo isso vem coroar a Feira da Estaçãozinha que acontece todos os sábados na cidade”, disse o prefeito.
“Prestigiar a feira nos deixa em contato direto com o cidadão e aqui ouvimos dos munícipes como eles têm visto as ações da Administração. Isso é muito importante para nós”, reforçou o vice-prefeito Pastor Sérgio.
Segundo a diretora do Departamento de Controle de Zoonoses, a ideia é promover a feira de adoção uma vez ao mês. “A maioria dos cães aqui foram recolhidos nas ruas e nosso objetivo é conseguir que eles encontrem lares adequados. Nossa proposta é realizar a feira mensalmente, expandindo para outros bairros da cidade”, disse Viviane Moreira. Além da adoção responsável, o departamento também ofereceu, gratuitamente, o teste rápido de leishmaniose.

Container com Letras
Inaugurado neste sábado na Praça Getúlio Vargas, o Container com Letras faz o compartilhamento de livros. A proposta do projeto é disseminar a leitura, ocupando espaços onde há um grande trânsito de pessoas, com contação de histórias, apresentações musicais, teatro e a valorização de variadas manifestações culturais, além da doação e recebimento de livros.
Segundo a idealizadora do projeto, Geane Drumond, o container deve ficar no local por cerca de 30 dias. “Estamos articulando para levar o container para outros pontos da cidade. Aqui vemos um público bem interessado e ficamos muito felizes de ver a receptividade da população”, enfatizou Geane.
São doados dois livros por pessoa e quem tiver livros em casa também pode doar. A biblioteca itinerante funciona diariamente, de 10h às 19h.

Neste sábado, 20, depois prestigiar a Feira da Estaçãozinha, o prefeito de Santa Luzia, Delegado Christiano Xavier, o vice-prefeito Pastor Sérgio e o Secretário Municipal de Obras, Bruno Almeida, foram até o Cemitério do Carmo para visitar o local e ver como está a estrutura do espaço público.
“Nós temos usado os finais de semana para andar pela cidade, conversar com as pessoas e ver como estão os aparelhos públicos da cidade. Recebemos informações sobre um muro caído aqui no cemitério e logo entramos em contato com o Celinho [diretor do cemitério] e viemos aqui in loco ver a situação. Nos deparamos com uma situação muito agradável de limpeza e organização e vimos que eles vêm realizando um trabalho muito bem feito”, disse o prefeito. “A gente sabe que a cidade tem muitos problemas, assim como o Estado e o país, mas nós temos priorizado essas questões. Agora vamos criar uma frente de trabalho e fazer o conserto do muro que cedeu com as chuvas, para podermos receber com muito carinho as pessoas que vêm aqui diariamente, e no Dia de Finados, quando as visitas se intensificam”, explicou.
O Diretor do Cemitério do Carmo, Celinho do Gás falou como vem sendo realizado o trabalho no local. “Nós temos cuidado da limpeza e dando uma estrutura boa para aqueles que precisam utilizar os serviços do cemitério. A atual gestão está sempre atenta, nos atendendo em tudo o que é necessário”, disse. José Arcanjo trabalha no cemitério há mais de 20 anos. Ele é responsável pela manutenção do local. “Buscamos atender a todos com muito respeito. Essa é uma das nossas maiores preocupações. Para isso contamos com o empenho de toda gestão”, salientou o funcionário.

TAPA BURACO Neste sábado também foram concluídas as obras de tapa buracos no bairro Novo Centro, atrás do Fórum. A obra visa melhorar o tráfego nas vias do bairro. Nos próximos dias, o serviço deve ser estendido por todo município.

Na noite da última sexta-feira, 19, o vice-prefeito Pastor Sérgio e o Secretário Municipal de Segurança Pública, Trânsito e Transporte, Islande Batista participaram de uma palestra sobre violência doméstica na sede da 100ª Subseção da Ordem dos advogados do Brasil, em Santa Luzia. O evento foi realizado pela Comissão de Prevenção à Violência Doméstica, que consiste em uma parceria entre a OAB, a Polícia Militar e o Tribunal de Justiça de Minas Gerais.
Durante a palestra, diversos assuntos foram tratados, como as especificações da Lei Maria da Penha, a dependência emocional e como funciona o serviço de acolhimento no município. Falaram sobre o tema a juíza da 2° Vara Criminal e da Infância e Juventude, Maria Beatriz Biassutti, a soldado PM Janaína Machado, que faz parte da Patrulha de Prevenção à Violência Doméstica; o gestor dos programas Fica Vivo e Mediação de Conflitos, Robert Morubixaba, a psicóloga Fernanda Mansur, entre outros.
Segundo o presidente da 100ª Subseção da OAB, Francisco Gabrich, a iniciativa partiu da grande incidência de casos de violência doméstica. “Temos uma preocupação muito grande sobre esse tema. A violência doméstica sempre reflete sobre os filhos e o nosso objetivo é mostrar para a sociedade como proceder em casos como esse”, disse o anfitrião.
Representando o Prefeito Delegado Christiano Xavier, o vice-prefeito Pastor Sérgio destacou a importância do movimento. “Fico feliz em participar e saber que a OAB, junto com toda essa equipe de profissionais e pessoas que pensam a cidade de Santa Luzia debatem o tema para buscar soluções como prevenção”, disse. Pastor Sérgio ainda reforçou o trabalho que vem sendo feito pelo Executivo. “Hoje temos um convênio com o Consórcio Mulheres das Gerais, que dá amparo a mulheres vítimas de violência doméstica. Além disso, trabalhamos em outras políticas públicas para garantir os direitos das mulheres, em especial as que sofrem algum tipo de violência”.
“As estatísticas de violência doméstica mostram que nós devemos cada vez mais unir as famílias, que é o que há de mais importante para todos nós”, reforçou o Secretário Municipal de Segurança Pública, Trânsito e Transportes, Islande Batista.
A palestra contou com a presença de alunos do curso de Direito e diversos representantes da sociedade.